Jovem Nerd

NerdBunker

Dorama não é exatamente uma novela… O que é?

Conheça as séries da televisão japonesa, como e onde assistir aqui no Brasil

Além dos animes, um outro tipo de conteúdo produzido no Japão vem ganhando fãs do lado de cá: o dorama. No Brasil, se tornou senso comum associar os doramas as novelas, como se fossem “novelas japonesas”, mas diferenças tanto no formato quanto no tema os aproximam mais das séries.

Pronúncia japonesa da palavra “drama”, os doramas são parentes das séries americanas — geralmente são exibidos com um episódio por semana e seguem uma trama mais focada em um grupo específico de personagens, ao invés de se desdobrar em diversos núcleos como as novelas que temos por aqui.

Se você está chegando agora nesse universo, confira as principais informações para entender o que é um dorama.

O que é?

Os doramas são histórias com começo, meio e fim, interpretadas por atores, contadas em formato episódico e exibidos semanalmente na televisão japonesa. Essas produções seguem o mesmo calendário de lançamento de animes, que já explicamos nesse post aqui.

Assim como séries, também é possível encontrar doramas de diversos gêneros e para diversos públicos. Alguns deles são:

  • trendy drama — um dos tipos mais comuns, que são focados em acontecimentos cotidianos;
  • jidaigeki — dramas de época, que costumam retratar a época das guerras civis ou o fim do xogunato;
  • taiga dramas — embaixo do guarda-chuva dos jidaigeki, há os taiga dramas, produções do canal NHK que duram cerca de um ano e têm altos valores de produção;
  • getsuku — a famosa “novela das nove” do canal Fuji TV, que geralmente era sobre uma história de amor. Curiosidade: getsuku é uma abreviação de getsuyobi kyuu, ou seja, segunda às 9h, horário em que o dorama vai ao ar.

Há também tramas policiais e outros gêneros recorrentes das produções orientais. Com tantas opções, os doramas alcançam uma enorme demografia, sendo populares com o público masculino e feminino.

Por serem exibidos em episódios semanais, os doramas costumam ter temporadas curtas e histórias mais estruturadas, com uma quantidade mais enxuta de personagens.

Para fins de comparação, a novela Avenida Brasil teve 179 episódios e um elenco fixo de cerca de 50 atores, enquanto o dorama de Death Note teve apenas 11 episódios e um elenco de cerca de 15 pessoas.

Atores caracterizados no dorama de Death Note

Mas, para toda regra, há uma exceção (ou duas). Alguns dos doramas mais famosos do Japão são jidaigeki, como Mito Komon, que foi ao ar de 1969 a 2011 e teve mais de mil episódios divididos em 44 temporadas; e Slashing Edo, que teve 214 episódios e trocou de atores diversas vezes entre 1973 e 1994.

Tokusatsu é dorama?

Você esteve assistindo dorama esse tempo todo?

Analisando friamente, pode-se até dizer que sim, mas a resposta final é não. O formato das produções é muito parecido, com episódios semanais, mas o tokusatsu é voltado para um público mais jovem e predominantemente masculino — combinando mais com quem assiste anime do que quem acompanha os doramas na televisão.

A palavra tokusatsu significa filmes de efeitos especiais, e com o passar do tempo, passou a representar todo um estilo de conteúdo desenvolvido para crianças e adolescentes, geralmente com tramas de ficção científica, heróis e monstros.

O horário de transmissão é um fator determinante na hora de definir a demografia, e alguns dos títulos mais populares como os Super Sentai e os Kamen Rider passam no Super Hero Time, um bloco fixo no domingo de manhã na TV japonesa desde 1997. “Outros passam em outros horários, mas o foco ainda são as crianças e adolescentes“, segundo Yuri Petnys, do Crunchyroll.

tokusatsu é um gênero com características muito específicas e com temáticas bem diferentes dos doramas, portanto, apesar de ter um formato parecido na hora de aparecer na televisão japonesa, não pode ser considerado um dorama.

Onde assistir?

Além do dorama japonês, também existem inúmeras variações no oriente. Tailândia, Singapura, Coreia e China também têm suas próprias produções locais, e algumas delas estão se popularizando no ocidente.

Tudo isso graças a plataformas de streaming que incluíram esse tipo de conteúdo em seus catálogos, como é o caso da Netflix. A Crunchyroll, cujo grande foco são os animes, também oferece uma seleção de doramas gratuitamente.

Também há o Viki, um site dedicado aos programas orientais que disponibiliza boa parte de seu catálogo gratuitamente. As opções vão desde os doramas do momento até os programas de variedade coreanos, muitas vezes com legendas em português do Brasil. A única notícia ruim é que, até o momento da publicação dessa matéria, o site não aceita pagamentos em real — para acessar o catálogo do Viki sem propagandas, é necessário desembolsar entre US$ 10 e US$ 100 por um passe anual.

Recentemente, a Kocowa anunciou o início de operações no Brasil e passou a oferecer legendas em português além de opções de pagamento em reais, com várias opções de planos e pagamento; o mensal custa R$ 19,99. Mais um serviço para acrescentar à crescente lista de streamings que disputam sua atenção e dinheiro.

Por onde começar?

O dorama Gokusen conta a história de uma professora e um grupo de alunos “difíceis”

Se você já está familiarizado com animes, o caminho mais lógico é buscar adaptações live-action de títulos que você goste. Animes como Death NoteErasedGreat Teacher Onizuka (GTO) também possuem versões com atores reais no catálogo das plataformas citadas acima.

Se quiser ir além, aqui estão alguns dos títulos mais famosos:

  • Gokusen — um dorama japonês que conta a história de uma jovem filha de mafiosos que se torna professora de uma classe problemática e cheia de delinquentes;
  • Hello My Twenties — um k-drama, ou seja, dorama coreano, que segue a vida de um grupo de cinco amigas de vinte e poucos anos;
  • Liar Game — adaptação do mangá de mesmo nome, o dorama de Liar Game foi uma das adaptações de maior sucesso da televisão japonesa e o primeiro drama a ter um episódio final de três horas;
  • Nirvana In Fire — um drama chinês de época que adapta o livro de mesmo nome, Nirvana in Fire conta a história de Mei Changsu, um jovem que está buscando justiça para sua família, que foi acusada de traição;
  • Boys Over Flowers — também conhecido como Hana Yori Dango, o mangá shoujo foi adaptado para a televisão taiwanesa, coreana, japonesa e também para a chinesa.

No fim das contas, dorama é um meio de contar uma história, e não um gênero – como o anime, o filme ou a série de TV americana“, conclui Petnys. Com tantos títulos e gêneros para escolher, e com variedade de plataformas para assistir, os dramas orientais estão prontos para cativar quem gosta e quer conhecer mais sobre a cultura asiática.

Imagem que abre a matéria é do dorama Hana Yori Dango

Lista de atalhos

Acesso rápido

Controles do player