Doctor Who | Steven Moffat tenta explicar por que não teve uma Doutora antes

Precisaram de 54 anos para aparecer uma mulher no papel principal da série

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Doctor Who | Steven Moffat tenta explicar por que não teve uma Doutora antes

Quer queiram ou não, a próxima temporada de Doctor Who fará história, pois será a primeira vez que o Doctor irá se regenerar em uma mulher e teremos a primeira Doutora. Mas isso só depois de 54 anos com apenas homens no papel principal.

Em entrevista para Radio Times, o ex-showrunner Steven Moffat, que acabou de deixar o cargo e não escreverá mais episódios a partir dessa nova temporada, tentou explicar o motivo de tanta demora para ter uma protagonista feminina, mas ele apenas disse que tal decisão ia chatear os “leitores do Daily Mail” e em seguida falou que a série não é apenas para os liberais.

Essa série não é exclusivamente para liberais progressistas, ela também é para quem votou no Brexit. Não tem nada a ver com política – mas temos que manter todos a bordo.

Chris Chibnall (Broadchurch) assumirá o lugar de Steven Moffat, quem ele descreve como “a escolha certeira para a série” e que trará muito do que os fãs pedem.

Peter Capaldi vai se despedir da série no próximo Especial de Natal e será substituído por Jodie Whittaker, a primeira mulher a viver a personalidade do Doutor. Capaldi entrou na série em 2013 e viveu o Doutor por três temporadas. Além do protagonista da série, o showrunner Steven Moffat — que está na série, como roteirista ou showrunner, desde o o nono Doutor — e a atriz Pearl Mackie (Bill) e o roteirista Mark Gatiss também terão que dizer adeus.

Como o próprio nome já diz o especial vai ao ar no Natal. Doctor Who retorna para sua décima terceira temporada no segundo semestre de 2018.