Disney+ exclui episódio de Simpsons com Michael Jackson do catálogo

Desde o lançamento do documentário Deixando Neveland, "Stark Raving Dad" tem gerado polêmica

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Disney+ exclui episódio de Simpsons com Michael Jackson do catálogo

O Disney+ chegou aos Estados Unidos na última terça-feira (12) e, em seu catálogo tem todas as temporadas de Simpsons, adquiridos depois da compra da Fox. As informações são do NME.

O que chamou a atenção de alguns usuários foi o fato de que o primeiro episódio da terceira temporada, o “Stark Raving Dad”, que contava com a participação de Michael Jackson, não foi incluído no streaming.

Lançado em 1991, este episódio específico se tornou muito polêmico com o lançamento recente de Deixando Neverland, o documentário da HBO que aborda a história de dois homens que acusam Michael Jackson de pedofilia. O aplicativo de streaming da Fox já tinha retirado o  “Stark Raving Dad” de seu catálogo no ano passado.

Durante o capítulo, Homer Simpsons acaba internado em um hospício e conhece um homem chamado Leon Kompowsky, que afirma ser o próprio Michael Jackson. O personagem teve a voz original feita pelo cantor mas, por motivos contratuais, não pode ser creditado.

Disney + ficou disponível hoje nos Estados Unidos e tem assinaturas a partir de US$ 6,99. Por aqui, a plataforma está prevista para chegar apenas no segundo semestre de 2020.