Diretor de fotografia de Matrix fala sobre problemas nos bastidores das sequências

Segundo Bill Pope, havia muita pressão durante as filmagens

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Diretor de fotografia de Matrix fala sobre problemas nos bastidores das sequências

Matrix (1999) é um dos filmes mais importantes dos anos 1990, mas as suas continuações, Matrix Reloaded (2003) e Matrix Revolutions (2003), acabaram decepcionando o público ao entregarem produções muito abaixo das expectativas criadas depois de um primeiro longa tão icônico.

Para o diretor de fotografia da trilogia original, Bill Pope, o clima nos sets de filmagens dos dois últimos filmes foi o que estragou as produções.

Em entrevista ao podcast Team Deakins (via IndieWire), Pope comparou as gravações dos três longas e disse que gostaria que a produção tivesse tomado outro rumo.

Tudo o que foi bom sobre a primeira experiência, não se repetiu nos últimos dois [filmes]. Nós não éramos mais livres. As pessoas estavam olhando para você. Havia muita pressão. Em meu coração, eu não gosto deles [os longas]. Sinto que deveríamos ter ido em outra direção. Havia muita fricção e problemas pessoais, e para ser honesto você, isso ficou perceptível na tela. Não foi o meu melhor momento, nem o de ninguém.

Ainda segundo o diretor de fotografia, as diretoras, Lana e Lily Wachowskis, pressionaram demais o elenco.

Wachowskis leram esse maldito livro do Stanley Kubrick que dizia ‘atores não entregam performances naturais até você desgastá-los’. Então vamos para o take 90! [elas diziam]. Eu quero desenterrar Stanley Kubrick e matar ele.

Os três filmes da franquia de Matrix arrecadaram cerca de US$ 1,6 bilhão nas bilheterias mundiais e um quarto longa já está em desenvolvimento. Matrix 4 está previsto para ser lançado em 1º de abril de 2022 nos Estados Unidos.