Death Stranding | NPCs podem morrer dependendo das escolhas do jogador

Hideo Kojima explicou um exemplo que aparecerá no começo do jogo

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Death Stranding | NPCs podem morrer dependendo das escolhas do jogador

Hideo Kojima acaba de revelar que, além de monstros de outro mundo, os jogadores também vão ter que se preocupar com suas próprias escolhas em Death Stranding.

O desenvolvedor japonês contou, durante sua passagem em um evento de arte moderna em Moscou, na Rússia, que o jogador poderá fazer escolhas “indiretas” que podem afetar até mesmo o destino de alguns NPCs.

Nós temos um personagem que vive numa parte subterrânea. É um idoso, ele está doente e precisa de remédios, e só Sam pode entregá-los. Como isso acontece no começo do jogo, é algo obrigatório. Depois de completar essa missão, o jogador pode escolher: retornar constantemente com mais remédios para ele, além de levar outros itens e ainda ouvir histórias do passado dele.

Kojima ainda explicou que, como o mapa do jogo é imenso, é normal que os jogadores esqueçam de voltar e que isso resulte na morte do personagem, além de reforçar que tudo faz parte do tema central de “reconectar as pessoas”.

Se não levar mais remédios para ele por um bom tempo, ele vai acabar morrendo. Por meio dessas ações, uma conexão surge com o personagem. Esperamos que o significado da conexão entre as pessoas — como é formado e como se desenvolve — fique evidente e seja algo interessante para o gameplay.

É possível conferir como foi o painel de Kojima no evento aqui.

Death Stranding será lançado em 8 de novembro de 2019 para PlayStation 4.