O Relógio do Juízo Final | DC reformula conceito de multiverso na HQ

Minissérie explica os eventos de DC Renascimento

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
O Relógio do Juízo Final | DC reformula conceito de multiverso na HQ

O Relógio do Juízo Final é uma minissérie da DC que serve como continuação de Watchmen, além de explicar a interferência do Dr. Manhattan no universo principal da editora. Nos EUA, acaba de ser publicada a edição #10 da história, e ela reformulou o conceito de multiverso que todos conhecemos. A informação é do CBR.

[Atenção! Spoilers abaixo]

Na HQ, o Dr. Manhattan diz que é errado se referir ao multiverso por esse termo, apontando que “metaverso” seria um nome mais adequado.

O personagem explica que fez diversas alterações na história do Universo DC, incluindo os eventos que culminaram na criação dos Novos 52. Contudo, ele aponta que só fez essas mudanças porque a realidade permitiu que elas fossem feitas. Por sua vez, o multiverso reage às escolhas feitas na Terra-0, o mundo base para tudo que acontece na editora.

Fonte: CBR/Reprodução

A HQ então se desenvolve para mostrar que a realidade permitiu ser mudada por Dr. Manhattan no passado, mas agora resiste à novas alterações, com o retorno de Wally West, em DC Renascimento, sendo um dos indícios disso.

O roteiro é de Geoff Johns (A Noite Mais Densa), com artes de Gary Frank (Shazam!). A minissérie, que ainda não terminou de ser publicada nos EUA, terá 12 edições.

Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos