Criador de Dark Souls se sente indigno de ter seu jogo comparado com Legend of Zelda

Hidetaka Miyazaki comentou em entrevista sobre a relação entre as duas séries

Jefferson Sato Publicado por Jefferson Sato
Criador de Dark Souls se sente indigno de ter seu jogo comparado com Legend of Zelda

Durante uma entrevista para a Glixel, Hidetaka Miyazaki, o criador de Dark Souls, falou de diversos assuntos, em especial sobre as frequentes comparações de seus jogos com a série The Legend of Zelda, da Nintendo.

Quando eu era um estudante, The Legend of Zelda era verdadeiramente monumental, então para ser perfeitamente honesto, me sinto profundamente indigno da comparação.

No entanto, Miyazaki também adiciona que os jogos “pertencem a diferentes gêneros e são guiados por diferentes conceitos de game design”.

Eles não precisam aspirar os mesmos ideais. Se há similaridades, elas provavelmente existem pelo fato de The Legend of Zelda ter se tornado uma espécie de padrão para jogos de ação em 3D.

Em outro ponto da entrevista, Miyazaki destaca que, diferente de Zelda, Dark Souls é feito para que o jogador se perca no mundo.

Nosso objetivo é permitir que os jogadores façam o que querem, definam seus próprios objetivos, façam suas próprias descobertas, abracem seus próprios valores e encontrem suas próprias interpretações. O núcleo disso era a importância de se perder. Isso dá valor e significado para quando o caminho é encontrado.

No entanto, esta decisão também surgiu por um motivo: “Além disso, nós não somos muito bons dando orientações, então ao invés de superar nossas próprias deficiências, decidimos nos focar nas coisas em que éramos bons”.

A expansão Ashes of Ariandel será lançada em 25 de outubro para as versões de Xbox One, PlayStation 4 e PC de Dark Souls III.