Showrunner de Cowboy Bebop diz que cachorros que interpretam Ein eram “reis no set”

Atores dizem que corgis eram pesados, mas muito fofos

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
Showrunner de Cowboy Bebop diz que cachorros que interpretam Ein eram “reis no set”

A divulgação da série de Cowboy Bebop na Netflix não está fazendo nenhum segredo quanto à presença do fofo cãozinho Ein. Personagem querido do anime, ele foi “interpretado” Charlie e Harry, dupla que foi tratada como realeza nos bastidores da produção.

À EW, o showrunner André Nemec explicou que precisaram de dois por conta de um costume na indústria de trabalhar com pares para facilitar as gravações. Segundo ele, a produção chegou a se preocupar com a dificuldade em achar cães da raça welsh corgi ao ponto de considerar pedir emprestado o cachorro da rainha da Inglaterra:

“É como quando você trabalha com crianças ou bebês, você quer gêmeos. Nós temos dois corgis. Ambos são fantásticos, eles são pequenos reis no set de filmagens. Todo mundo quer passar um tempo com os cachorros. Em certo ponto fiz uma piada que ‘se não conseguirmos encontrar um corgi na Nova Zelândia, nós deveríamos ligar [para a Rainha Elizabeth II] e ver se ela quer que seus cachorros fiquem famosos na nossa série’. Nós não tivemos que sair do país para achar os nossos.”

Mustafa Shakir, que interpreta o caçador de recompensas Jet Black, afirma que a dupla é mais pesada do que parece. Segundo ele, o segredo para ganhar a atenção dos cachorrinhos está na comida:

“Tenho que carregá-los o tempo todo. Fico pensando ‘não acredito que esse cachorro é tão pesado’ (risos). Mas são viciados em petiscos, simplesmente viciados. Literalmente ficavam alertas procurando pedaços e restos de frango. Então, se você quiser ficar bem com o cachorro, basta ter um pouco de frango na mão, senão ele não se interessará muito por você. Mas eles eram super fofos.”

A série de Cowboy Bebop estreia na Netflix em 19 de novembro. O anime original já está disponível no streaming e na Funimation.

Mais notícias