Cory Barlog rebate mensagens de ódio sobre adiamento do novo God of War

O diretor explicou que a decisão de adiar o lançamento partiu dele

Tayná Garcia Publicado por Tayná Garcia
Cory Barlog rebate mensagens de ódio sobre adiamento do novo God of War

A Sony anunciou recentemente que o novo God of War, apelidado de Ragnarok por enquanto, foi adiado em um ano. A notícia foi recebida de forma dividida entre os fãs, com alguns até mandando mensagens raivosas para desenvolvedores da Santa Monica Studios.

Esse foi o caso com Alanah Pearce, uma das roteiristas do jogo, que recebeu mensagens de ódio após o anúncio do adiamento.

Como resposta, o diretor Cory Barlog explicou no Twitter que a decisão de adiar o lançamento foi dele, portanto, quem quisesse culpar alguém, deveria ficar bravo com ele — e não com a equipe.

“Se você quer ficar bravo com alguém por qualquer coisa relacionada a God of War — seja o adiamento, [o cross-gen] entre PS4 e PS5, o tamanho de legendas, a existência do Sigrun, qualquer coisa –, fique bravo comigo. Eu tomo as decisões. Eu fiz isso. Não incomode a equipe, eles são ótimas pessoas fazendo um trabalho excelente. Cada ser humano do estúdio está lá porque eles são excepcionais em seu trabalho. Nós somos melhores por causa deles. Eu sou muito sortudo por ter o talento e a inteligência deles para [criar] minhas porcarias. Por algum motivo, eles querem, e eu amo todos por isso.”

O próximo God of War será lançado em algum momento de 2022.

Mais notícias