Coringa | Warner afirma que filme não incentiva a violência

Exército americano pede para que público fique vigilante

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Coringa | Warner afirma que filme não incentiva a violência

A Warner Bros. respondeu a uma carta que expressava as preocupações dos familiares das vítimas do atentado de Aurora.

Em 2012, durante uma sessão de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge em Aurora, uma pessoa abriu fogo dentro da sala de cinema, matando 12 pessoas e ferindo outras. Os familiares das pessoas que foram mortas escreveram uma carta para a Warner, explicando suas preocupações acerca do novo longa da empresa, Coringa, cujo protagonista se encaixa na descrição do atirador: um indivíduo solitário que se sentia “lesado” pela sociedade.

O grupo de familiares pediu para que a empresa fizesse uma doação em prol de organizações que tratam de vítimas de violência com armas de fogo.

Essa foi a resposta da Warner (via EW):

Violência com armas de fogo é um assunto crítico, e estendemos nossa mais profunda compaixão para todas as vítimas e famílias impactadas por estas tragédias. Nossa empresa tem um longo histórico de doações para vítimas de violência, incluindo Aurora, e nas últimas semanas, nossa empresa-mãe se uniu a outros líderes de mercado para pedir por legislação bipartidária que se dirija a essa epidemia. Ao mesmo tempo, a Warner Bros. acredita que uma das funções de contar histórias é provocar conversas difíceis sobre assuntos complexos. Não se enganem: nem o personagem fictício do Coringa, e nem o filme, endossam violência de qualquer tipo no mundo real . Não é a intenção do filme, dos produtores ou do estúdio apresentar esse personagem como um herói.

O Exército americano também emitiu notificações de alerta para seus soldados, após publicações de extremistas em redes sociais descobertas pelo FBI. Segundo eles, é uma medida preventiva para que os soldados estejam alertas a todo tempo, até mesmo fora do ambiente de trabalho, e também convidam a população a reportar atividades suspeitas às autoridades da lei. As informações são do io9.

O elenco de Coringa conta com Joaquin Phoenix, Robert De Niro, Zazie Beetz (Deadpool 2), Bill Camp (Operação Red Sparrow), Frances Conroy (American Horror Story), Brett Cullen (Narcos), Glenn Fleshler (Barry), Douglas Hodge (Operação Red Sparrow), Marc Maron (GLOW), Josh Pais e Shea Whigham (Kong: Ilha da Caveira).

Já a equipe criativa é liderada pelo diretor Todd Phillips, de Se Beber Não Case, e o roteirista Scott Silver, de O Vencedor e 8-Mile. O longa é produzido por Phillips, Emma Tillinger Koskoff (Silêncio) e Bradley Cooper.

A produção é a primeira de um novo selo de filmes mais sérios e pesados baseados nas obras da DC Comics. Os longas terão diretores com estilos próprios e marcantes, e não estarão necessariamente ligados aos filmes da universo cinematográfico da editora.

Coringa estreia no Brasil em 3 de outubro de 2019. O filme levou o Leão de Ouro no Festival de Veneza.