Coringa foi “escrito para Joaquin”, segundo diretor

Todd Phillips não tinha outro ator em mente para o papel

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Coringa foi

O diretor Todd Phillips levou bastante tempo para convencer Joaquin Phoenix a aceitar o papel de Arthur Fleck no filme do Coringa, e foi por um bom motivo: Phillips não tinha mais ninguém em mente.

Rumores antigos, de 2017, diziam que a Warner estava de olho em Leonardo DiCaprio para viver o personagem, mas Phillips disse que não teve a intenção de escalar nenhum outro ator: “Escrevemos o filme para o Joaquin”, disse em entrevista ao New York Times.

O diretor também conta que Phoenix nunca disse “ok, eu aceito“, e que foram mais de três meses respondendo perguntas sobre o personagem e o enredo até o ator finalmente concordar em estrelar o filme.

O elenco de Coringa conta com Joaquin Phoenix, Robert De Niro, Zazie Beetz (Deadpool 2), Bill Camp (Operação Red Sparrow), Frances Conroy (American Horror Story), Brett Cullen (Narcos), Glenn Fleshler (Barry), Douglas Hodge (Operação Red Sparrow), Marc Maron (GLOW), Josh Pais e Shea Whigham (Kong: Ilha da Caveira).

Já a equipe criativa é liderada pelo diretor Todd Phillips, de Se Beber Não Case, e o roteirista Scott Silver, de O Vencedor e 8-Mile. O longa é produzido por Phillips, Emma Tillinger Koskoff (Silêncio) e Bradley Cooper.

A produção é a primeira de um novo selo de filmes mais sérios e pesados baseados nas obras da DC Comics. Os longas terão diretores com estilos próprios e marcantes, e não estarão necessariamente ligados aos filmes da universo cinematográfico da editora.

Coringa estreia no Brasil em 3 de outubro de 2019. O filme levou o Leão de Ouro no Festival de Veneza.