Como o multiverso pode revolucionar os filmes da Marvel?

Trailer de Homem-Aranha: Longe de Casa apresentou o conceito para a franquia

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Como o multiverso pode revolucionar os filmes da Marvel?

O segundo trailer de Homem-Aranha: Longe de Casa foi divulgado, e trouxe uma revelação que pode mudar completamente o futuro dos filmes da Marvel: a existência de um multiverso.

[Atenção! Spoilers do MCU abaixo!]

Em dado momento do trailer, Nick Fury conta que o estalo de Thanos e os eventos de Vingadores: Ultimato criaram rachaduras na realidade, e que agora a viagem entre diferentes Terras é possível. Para quem lê HQs há um tempo, isso não é nenhuma novidade. Para quem acompanha somente os filmes, isso pode ser uma revolução e tanto para o MCU.

Algumas teorias apontam que o multiverso poderia ser a chave para trazer os X-Men e o Quarteto Fantástico para o universo Marvel. Apesar de ser uma possibilidade, é improvável que esses personagens sejam apresentados dessa maneira. Os mutantes, por exemplo, podem chegar na franquia através do vindouro filme dos Eternos: nas HQs, esse povo está diretamente relacionado com a origem do Gene X e do homo superior, a espécie dos mutantes.

Mais interessante do que ser um recurso apenas para trazer personagens que, até então, estavam nas mãos de outros estúdios, o multiverso pode ser a chave para se trazer diferentes versões dos heróis e vilões que já conhecemos. Se, no final de Ultimato, o Capitão América passou seu escudo para o Falcão, nada impede que, no futuro, um outro ator surja, interpretando um novo Steve Rogers, diferente daquele que viemos a conhecer.

O multiverso também poderia ser usado para se trazer às telonas personagens que já se tornaram icônicos nos quadrinhos, como Miles Morales, que, em seu  mês de estreia nas HQs, vendeu 87 mil revistas nos EUA, sendo um dos títulos mais vendidos de 2011. Desde então, Miles se tornou uma das figuras mais queridas do universo Marvel, estrelando a animação Homem-Aranha no Aranhaverso, sucesso de bilheteria e uma das vencedoras do Oscar 2019.  A partir disso, é possível que a Marvel construa uma saga ainda mais grandiosa do que a Saga do Infinito, apresentando um cenário com dois Homens-Aranha, dois Capitães América, e por aí vai.

Além de ser uma possibilidade interessante do ponto de vista da narrativa, o multiverso resolve uma questão interna do estúdio, que poderá trocar seus astros com alguma regularidade, sem ter de, necessariamente, criar personagens completamente novos, algo na linha do que já ocorre na franquia 007 e na série Doctor Who. Também poderia ser uma forma de integrar filmes como Venom e Morbius ao MCU sem precisar estabelecer ligações diretas e explícitas.

Por enquanto, pouco sabemos sobre os planos da Marvel para o multiverso, e há quem diga, inclusive, que Mystério está mentindo e que não existem outras realidades no MCU. Teremos de esperar até 4 de julho para saber.

Homem-Aranha: Longe de Casa encerra a fase 3 do MCU. Até o momento, Viúva Negra, Guardiões da Galáxia vol. 3, Os Eternos e Pantera Negra 2 são as produções confirmadas para a fase 4.