Charisma Carpenter, de Buffy, alega que Joss Whedon teve comportamento tóxico

Atriz apoiou Ray Fisher, o Cyborgue de Liga da Justiça, nas acusações contra o diretor

Marina Val Publicado por Marina Val
Charisma Carpenter, de Buffy, alega que Joss Whedon teve comportamento tóxico

Depois de Ray Fisher fazer denúncias sobre o suposto comportamento tóxico e não profissional de Joss Whedon no set de Liga da Justiça, outras alegações contra o diretor começaram a surgir.

Dessa vez, Charisma Carpenter, que interpretou Cordelia Chase em Buffy: A Caça-Vampiros, publicou uma longa carta no Twitter na qual afirma que acredita em Fisher por ter presenciado o comportamento abusivo em primeira mão.

Segundo a atriz, Whedon fez ameaças passivo agressivas de que iria demiti-la, além de, enquanto a atriz estava grávida, ter atacado a aparência dela, a personagem, as crenças religiosas, acusado de sabotar a série e realmente demitindo assim que ela deu a luz.

Charisma também cita que teve que comparecer ao trabalho à 1h da madrugada, quando estava grávida de 6 meses, depois que um médico recomendou que ela diminuísse a carga horária. O stress, junto com o trabalho que exigia bastante fisicamente, fez com que a atriz tivesse contrações de Braxton Hicks, ou um falso trabalho de parto. Ela afirma que a exigência de trabalhar de madrugada foi uma retaliação.

A atriz também explicou que não se pronunciou na época por ter medo, afinal era a provedora principal da família, que estava crescendo.

Depois de acompanhar as denúncias de Ray e perceber que o comportamento de Whedon não mudou em tanto tempo, Charisma decidiu participar da investigação da Warner e também vir a público. Mesmo assim ela afirma que gostaria de ter tido a compostura e coragem na época.

Outras pessoas do elenco apoiaram Charisma Carpenter, como Amber Benson, a Tara em Buffy: A Caça-Vampiros, que afirmou:

“Buffy tinha um ambiente tóxico e isso começa no topo. Charisma está dizendo a verdade e eu a apoio 100%. Muitas feridas foram abertas nesse período e muitos de nós ainda estão lidando isso, mais de 20 anos depois.”

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1