BTS Universe Story traz poderosa ferramenta de criação para que os fãs contem histórias

Em BTS Universe Story, o jogador é o roteirista, diretor e também o operador de câmera de cada um dos episódios

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
BTS Universe Story traz poderosa ferramenta de criação para que os fãs contem histórias

BTS Universe Story é um jogo que explora não apenas o universo criado nos clipes musicais do grupo, mas também a criatividade dos fãs.

A essência do jogo é de uma visual novel, ou seja, uma história interativa em que o jogador acompanha uma narrativa e toma decisões que podem resultar em finais diferentes. A trama amplia o conteúdo do BTS Universe, contado nos vídeos de música do grupo e na webcomic Save Me, publicada em 2019.

Caso você nunca tenha tido contato com esse BTSverso, fiz um post explicando o básico dele aqui, mas não é necessário ser um expert para acompanhar o que é apresentado em BTS Universe Story. Tanto o capítulo introdutório do jogo quanto seu extenso trailer de lançamento (disponível aqui) são bons pontos de partida para quem quer se aprofundar e conhecer melhor as narrativas, que também têm novos detalhes para quem já está imerso nas teorias.

O desenvolvimento da trama acontece em “arcos” separados e alguns deles têm foco em cada um dos membros do grupo, com Jin, o personagem central, tentando salvar os outros rapazes. Cada arco pode ser lido de forma independente, mas dentro deles existem episódios que devem ser jogados em uma ordem específica.

Apesar da história não fugir muito do que já foi apresentado nos clipes e outros conteúdos relacionados ao universo do BTS (por enquanto), o jogador pode fazer suas próprias escolhas e ver as diferentes consequências.

Criando sua própria narrativa

Apesar da expansão oficial do universo do BTS ser algo importante e que lida diretamente com conteúdo que vem sendo produzido pelos membros e pela Big Hit há anos, a parte mais legal é, sem dúvidas, a ferramenta de criação para que os fãs contem suas próprias histórias.

O editor, que possui um modo simples e um avançado, dá ao jogador a oportunidade de transformar suas ideias e tramas em capítulos com animações, falas, simulação de sala de chat e mais — é como escrever uma fanfic, mas com animações e cenários.

O modo mais simples permite mudar a aparência dos personagens, trocando corte de cabelo, roupas e acessórios. Também é possível alterar a locação em que a cena se passa, além de acrescentar ações e linhas de diálogo livres. A biblioteca de expressões é vasta e variada, permitindo que o jogador escolha a que melhor se encaixa com o momento que tem em mente.

Além disso, é possível colocar momentos de escolha no meio do capítulo, que ramificam e podem criar finais diferentes, se essa for a vontade do jogador.

Esq.: Criação de um diálogo. Dir.: O jogador deve escolher como interagir com o outro personagem

Embora o modo simples seja bem interessante, é no modo expert que a magia realmente acontece: nele, é possível fazer ajustes no movimento de câmera, aplicar zoom, modificar o tamanho dos personagens em relação ao ambiente, alterar o tempo das animações, entre outra funções interessantes. É uma ferramenta completa que permite que o usuário crie as cenas do jeito que quiser.

Alterar a velocidade da câmera e o movimento que ela faz pode mudar completamente o clima de uma cena. No modo de criação do BTS Universe Story, o jogador é o roteirista, diretor e também o operador de câmera de cada um dos episódios.

As criações podem ser editadas e disponibilizadas dentro da própria plataforma do jogo, e os autores são recompensados com moedas do game de acordo com a popularidade de suas histórias. Também há a opção de colocar uma espécie de “trava” na história, permitindo que os leitores acessem apenas um capítulo a cada 24h ou mais, se estiverem dispostos a gastar gemas, uma das moedas do jogo.

É possível acrescentar personagens além dos rapazes do grupo, como professores, colegas de classe, executivos e outros modelos montados previamente e disponibilizados no game.

Colecionáveis e extras

Para personalizar ainda mais suas histórias, os criadores de BTS Universe Story podem comprar novos visuais para os membros e novos cenários. Há pacotes inspirados em alguns conceitos do grupo, como Spring Day, detetives e até mesmo um kit pós-apocalíptico. O popular tema de barista também estava presente durante o teste.

Além dos colecionáveis, os fãs também podem usar as funções de realidade aumentada para colocarem os modelos 3D de RM, Jin, Suga, J-Hope, V, Jimin e Jungkook no mundo real. Após personalizá-los do jeito que quiser com os itens disponibilizados, é possível usar a câmera para capturar o momento e enfeitar a foto com stickers.

Há também uma função de realidade aumentada com mapeamento facial, que lembra muito o Animoji ou Memoji, aqueles stickers dos telefones Apple que imitam as expressões que o usuário está fazendo.

Fiquei bastante impressionada com a imensa biblioteca de conteúdo e, principalmente, pela ferramenta de criação disponibilizada dentro do jogo. Versátil, simples e completa, a ferramenta promete dar aos fãs um novo jeito de produzir conteúdo em um novo formato, sem depender de editores de vídeo externos ou conhecimento prévio de programação, facilitando a criação de histórias.

BTS Universe Story chega ao iOS e Android em 24 de setembro de 2020.

Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Creative Commons