Brasileiro, Bacurau vence o Prêmio do Júri no Festival de Cannes; veja todos os vencedores

No festival em que a Coréia se sagrou campeã, Quentin Tarantino saiu de mãos vazias

João Abbade Publicado por João Abbade
Brasileiro, Bacurau vence o Prêmio do Júri no Festival de Cannes; veja todos os vencedores

O cinema brasileiro saiu duplamente premiado do Festival de Cannes: na sexta-feira (24), o cearense Karim Aïnouz venceu a mostra paralela “Um Certo Olhar”, enquanto neste sábado os pernambucanos Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles venceram o Prêmio do Júri pelo elogiado Bacurau.  O longa brasileiro empatou o francês Les Misérables na categoria que é considerada uma espécie de terceiro lugar da mostra francesa. Essa é a primeira vez que um longa tupiniquim vence a categoria em Cannes. No passado, Glauber Rocha tinha se consagrado Melhor Diretor, enquanto Fernanda Torres e Sandra Corveloni venceram prêmios de melhores atrizes. O Pagador de Promessas segue sendo o único filme brasileiro a venceu a Palma de Ouro — o primeiro lugar em Cannes.

Em Bacurau, uma pequena vila do sertão brasileiro se despede de Dona Carmelita, a matriarca mais forte do povoado que morre aos 94 anos de idade. Dias depois da perda, acontecimentos estranhos começam a acontecer na cidadela. A obra distribuída pela Vitrine Filmes tem Sônia Braga como protagonista e Udo Kier, Bárbara Colen, Silvero Pereira, Karine Teles, Antonio Saboia e Jonny Mars no elenco de apoio. Bacurau foi classificado por críticos como um faroeste que mistura elementos de fantasia e terror gore. Filme não tem data de estreia no Brasil.

Mais premiados em Cannes

Já o grande campeão da noite foi o filme Sul Coreano Parasita, comandado por Bong Joon-ho — reconhecido por longas como Expresso do Amanhã e OKJA. Os melhores atores foram Antonio Banderas por sua parceria com Pedro Almodôvar e Emily Beecham com filme Little Joe.

Quem fez muito barulho em Cannes, mas saiu de mãos vazias foi Quentin Tarantino — que ganhou a Palma de Ouro 25 anos atrás por Pulp Fiction – Tempo de Violência. Neste ano, o esperado e metalinguístico Era Uma Vez em Hollywood não foi reconhecido em nenhuma categoria.

Cineasta sul-coreano, Bong Joon-ho, recebe a Palma de Ouro em Cannes
Cineasta sul-coreano, Bong Joon-ho, recebe a Palma de Ouro em Cannes

Confira todos os vencedores abaixo:

  • Palma de Ouro de Melhor Curta: The Distance Between Us and The Sky (Grego)
  • Câmera de Ouro (Direção de fotografia): Nuestras Madrees (Guatemala)
  • Melhor Roteiro: Portrait of a Lady on Fire (França)
  • Melhor Atriz: Emily Beecham por Little Joe (Inglaterra)
  • Melhor Ator: Antonio Banderas por Dolor y Glória (Espanha)
  • Melhor Diretor: Jean-Pierre & Luc Dardenne por Le Jeune Ahmed (Belga)
  • Prêmio do Júri (3º lugar): Empate técnico entre Les Misérables (França) e Bacurau (Brasil)
  • Grand Prix (2º lugar): Atlantics (Senegal)
  • Palma de Ouro (1º lugar): Parasita (Coreia do Sul)