Dragon Ball | Bordão de Goku foi criado no improviso, revela dubladora original

O famoso ‘Oi! Eu sou o Goku!” tem um significado muito mais profundo do que parece

Jefferson Sato Publicado por Jefferson Sato
Dragon Ball | Bordão de Goku foi criado no improviso, revela dubladora original

Qualquer fã de Dragon Ball conhece facilmente o bordão de Goku, mas você sabia que a frase foi criada no improviso? No Japão, a fala: “Oi! Eu sou o Goku!” tem um significado muito mais profundo do que em português e a dubladora original do personagem, Masako Nozowa, explicou sua origem na semana passada, quando foi a um programa de variedades japonês.

No programa (via Anime News Network), Toshio Furukawa, que interpreta Piccolo, lembrou de uma vez, quando o diretor perguntou para Nozowa sobre a forma de falar de Goku, que, na versão japonesa, é parecida com dialetos de regiões mais remotas do Japão. A atriz respondeu que se ela falasse o japonês tradicional, não seria mais o Goku.

Hoje, o personagem é conhecido pela frase “Ossu! Ora Goku!”, que significa, literalmente “Oi! Eu sou o Goku!”. Segundo Nozowa, ela improvisou o bordão de Goku na frente do microfone como uma piada, e o público achou engraçado, fazendo com que a frase ficasse marcada.

Em português essa história não faz sentido, mas em japonês existe um motivo para isso. Isso porque “Ossu! Ora Goku!” tem uma origem na forma simplista de pensar de Goku, assim como nas artes marciais. No japonês, a forma de escrever uma palavra traz muito mais significado a ela do que sua simples tradução, como no caso de “Ossu”, que é uma forma bastante informal de dizer “oi”, mas que é usado por artistas marciais para representar suas crenças espirituais.

Já “Ora Goku” tem a ver com sua forma simplista de pensar. No japonês tradicional, o certo seria “Ore wa Goku”, mas ainda assim seria um jeito informal. Seu dialeto “caipira” simplifica a frase, além de dar um segundo significado, já que, por causa de uma das formas de traduzir o nome de Goku, dá a impressão de ele dizer algo como: “Oi! Eu sou simples”.

Essa é a forma resumida de explicar por que o bordão de Goku tem um impacto muito mais forte no Japão do que no ocidente. Se formos analisar a forma de escrever os kanjis, daria para ir muito mais fundo, mostrando o quão sagaz e talentosa Nozowa é ao complementar o personagem do mangá.

No mesmo programa, Furukuwa também comentou que a atriz é capaz de gravar sozinha uma conversa de Goku, Gohan e Goten, todos dublados por ela, sem a necessidade de fazer uma sessão para cada personagem. Ele acredita que ela é a única pessoa capaz de fazer algo assim.

Mais notícias