Beck, Nana e outros animes sobre música que você tem que conhecer

De K-On a Your Lie in April!

Priscila Ganiko Publicado por Priscila Ganiko
Beck, Nana e outros animes sobre música que você tem que conhecer

Nem só de shonen de lutinha vivem os animes. Alguns títulos deixam os super-poderes de lado para focar em histórias mais intimistas, destacando algo capaz de mexer com as emoções das pessoas: a música.

Além de inspirarem ou serem inspirados por jogos de ritmo, animes de música também geram bons álbuns e, principalmente, histórias emocionantes. Seja contando a jornada de uma banda para ser a melhor de todas ou acompanhando um personagem que encontra redenção nos acordes de um instrumento, produções que usam esse tema como pano de fundo frequentemente conseguem fazer com que o espectador se identifique com alguém ou alguma situação retratada.

A temporada de verão de 2019 teve o total de seis produções que usaram a música com tema central para a trama. Apesar de ser um gênero popular atualmente, não é de hoje que os animes musicais são um sucesso. Selecionamos alguns dos melhores e mais conhecidos títulos para quem quiser dar uma chance para o gênero.

Beck (2004)

I was made to hit in America! ♪

Beck segue a história de Koyuki, um jovem pacato que descobre a paixão pelo rock após conhecer Ray, ex-guitarrista de uma banda popular. O anime acompanha os altos e baixos da banda BECK, cujos músicos sonham em se tornar os melhores do Japão.

O anime adapta o mangá de mesmo nome, publicado na Monthly Shonen Jump de 1999 a 2008. Com apenas uma temporada de 26 episódios, a versão para a TV japonesa feita pelo estúdio Madhouse foi ao ar entre 2004 e 2005 — ou seja, o final da história original não chegou a ser animado.

As músicas do anime são da banda Beat Crusaders, que também canta a quarta abertura de Bleach (Tonight Tonight Tonight).

Nana (2006)

Duas meninas chamadas Nana se conhecem por acaso no trem e acabam se tornando colegas de quarto em Tóquio, onde ambas buscam alcançar seus sonhos. Uma delas é ex-vocalista de uma banda de rock e sonha em ser uma cantora profissional, enquanto a outra vai atrás do namorado que se mudou para a cidade.

Nana é um mangá escrito por Ai Yazawa, mesma autora de Paradise Kiss, e foi publicado de 2000 a 2009 na revista Cookie, no Japão. Yazawa nunca chegou a terminar a história. O anime foi ao ar entre 2006 e 2007, animado pela Madhouse, e teve duas adaptações live-action.

O mangá de Nana foi publicado no Brasil pela JBC.

Carole & Tuesday (2019)

Carole & Tuesday é um anime original dirigido por Shinichiro Watanabe, que ficou conhecido por seu trabalho em Cowboy Bebop. A trama segue Tuesday, uma garota que larga tudo para seguir seu sonho de ser uma música. Ela conhece Carole, que também compartilha do mesmo sonho, e as duas resolvem trabalhar juntas para alcançar o sucesso.

O anime do estúdio Bones está sendo adaptado por Morito Yamataka para o formato de mangá.

A primeira metade da temporada de Carole & Tuesday está disponível na Netflix.

Sound! Euphonium (2015)

O enredo de Sound! Euphonium gira em torno de Kumiko, uma colegial que toca bombardino. Recém-chegada em uma nova escola, a personagem acaba entrando no clube de música e ensaiando com seus colegas para voltar a competir.

O anime foi criado a partir da história original, publicada em livros no Japão. A animação é do estúdio Kyoto Animation, e possui duas temporadas e um filme, além de um longa spin-off focado em Mizore e Nozomi chamado Liz and the Blue Bird. Uma terceira temporada do anime foi confirmada.

Your Lie in April (2014)

Your Lie in April (Shigatsu wa Kimi no Uso) é um anime que acompanha a história do pianista prodígio Arima Kousei, a violinista Kaori e seu grupo de amigos. Estudantes na mesma escola, a trama fala sobre amizade, traumas, amor e música clássica.

O anime da A-1 Pictures adapta a história de Naoshi Arakawa publicada originalmente em forma de mangá na Monthly Shonen Magazine entre 2011 e 2015, no Japão. A produção também tem uma light novel e uma adaptação live-action.

No Brasil, o anime está disponível na Crunchyroll com legendas em português, e o mangá foi publicado pela Panini.

Given (2019)

O anime gira em torno de Mafuyu, um estudante tímido que tem as cordas de sua guitarra trocadas por Uenoyama, aluno da mesma escola, que é guitarrista em uma banda. Os dois se aproximam através da música, e Mafuyu eventualmente entra na banda de Uenoyama.

Given é baseado em um mangá yaoi, ou seja, que contém romance entre dois rapazes, escrito por Natsuki Kizu. A história original ainda está sendo publicada no Japão na revista bimestral Cheri+.

O anime é da temporada de verão de 2019 e está sendo lançado semanalmente com legendas em português no Crunchyroll.

K-On! (2009)

Um dos mais conhecidos quando o assunto é banda estudantil, K-On segue a história de quatro garotas que se unem para salvar o clube de música de seu colégio. O único problema é que Yui, a guitarrista, não sabe tocar guitarra.

O anime, que também é da Kyoto Animation, adapta o mangá de mesmo nome publicado como tirinhas de quatro quadros (4-koma) na revista Manga Time Kirara entre 2007 e 2010. Um spin-off, chamado de K-On! Shuffle, está sendo publicado no Japão.

No Brasil, o mangá foi publicado pela NewPop.

Animes de idol

Um subgênero dos animes de música é o de animes de idol: somente na temporada de verão de 2019, foram três títulos novos, entre novas temporadas e novas adaptações.

Algumas dessas produções são derivadas ou acompanhadas por jogos de ritmo para celular, como é o caso de Love Live, BanG Dream, Idolm@ster, Show By Rock!! e Ensemble Stars, para citar alguns. Além disso, há também o Uta no Prince-sama, adaptado de uma visual novel de mesmo nome lançada para o PSP em 2010.

O ponto negativo dos animes de idol é que nem sempre os jogos derivados dessas produções estão disponíveis no ocidente.

Menção honrosa: Hypnosys Mic

Muitas vezes, os animes e jogos de música ajudam a lançar novas estrelas no Japão, e, sabendo disso, a gravadora King Records resolveu aproveitar a onda e lançar seus cantores no formato de anime — mas sem uma série animada como intermediária.

Chamado de Hypnosys Mic, o projeto cria uma narrativa pós-guerra em que as armas foram banidas e os homens decidem lutar por territórios através de batalhas de rap. Os personagens são divididos em grupos que representam distritos de Tóquio — e, recentemente, anunciaram divisões para Osaka e Nagoya.

Os personagens são interpretados por atores e cantores japoneses e a história se desenvolve através de vídeos no YouTube e álbuns musicais. O projeto deve ganhar um jogo de ritmo para dispositivos mobile ainda em 2019 — mas sem previsão para chegar ao ocidente.