Avistamentos de OVNIs despertam atenção de líderes federais dos EUA e Reino Unido

Questão está dividindo insituições dos dois países

Cesar Gaglioni Publicado por Cesar Gaglioni
Avistamentos de OVNIs despertam atenção de líderes federais dos EUA e Reino Unido

Além de todas as questões mundanas que têm preocupado governos do mundo todo, os EUA e o Reino Unido começaram a se preocupar com problemas vindos de outros planetas.

Nos EUA, o ex-líder do Senado, Harry Reid, deu uma entrevista à rádio KNPR e disse que acredita que o governo federal não presta tanta atenção aos avistamentos de OVNIs, os Objetos Voadores Não Identificados. “Nós temos centenas e centenas de pessoas que viram a mesma coisa, algo no céu que se move de uma certa maneira”, apontou. “Pessoalmente, eu não sei se existem pequenos homens verdes que vivem em outros planetas. Eu duvido um pouco, mas eu acredito que, com as informações que temos, deveríamos fazer mais estudos”, completou.

Reid agendou uma série de reuniões com membros das Forças Armadas e do Senado para pedir que mais pesquisas sobre o assunto sejam financiadas, além da criação de um local no qual militares possam relatar seus avistamentos.

Nós gastamos muito dinheiro, esse é um estudo extremamente importante. Nós descobrimos que esses pilotos não relatam algo que viram quando algo estranho acontece, principalmente por medo de sofrerem alguma represália de seus superiores. Muitas, muitas vezes, eles não dizem nada para ninguém sobre isso.

No Reino Unido, segundo documentos obtidos pelo The Sun, o governo está polarizado e não existe consenso em relação às pesquisas sobre OVNIs. “Não podemos descartar a ideia de uma observação ou visitação extraterrestre, oculta ou não”, diz um dos documentos do Ministério da Defesa Britânico. “A única conclusão lógica é que não podemos concluir se os Fenômenos Aéreos Não Identificados representam alguma ameaça para a segurança do reino”, segue o texto.

O texto também apontou que membros importantes do Departamento de Inteligência do Ministério da Defesa Britânico querem fazer uma pesquisa aprofundada sobre os OVNIs, estudando avistamentos entre 1992 e 2003 em busca de algum padrão.

Apesar de OVNIs costumeiramente serem associados automaticamente com alienígenas, é importante lembrar que se trata de um objeto que simplesmente não conseguiu ser identificado. Em dezembro de 2017, o Departamento de Defesa dos EUA confirmou a existência do Programa de Identificação de Ameaças Aeroespaciais Avançadas, que investigava os relatos de OVNIs no país e recebia um orçamento de US$ 22 milhões anualmente através de um acordo entre o Congresso Nacional e a empresa Bigelow Airspace. Oficialmente a iniciativa foi encerrada em 2012, mas de acordo com uma reportagem do New York Times ela continua ativa na surdina.

Em 2018, o Washington Post divulgou um vídeo que mostra o avistamento de um OVNI por membros da Marinha dos EUA.