Birds of Prey não é uma continuação do Esquadrão Suicida

Christina Hodson, roteirista do filme, explicou que se trata de uma história solo da Arlequina

Fernanda Talarico Publicado por Fernanda Talarico
Birds of Prey não é uma continuação do Esquadrão Suicida

O filme Birds of Prey  (and the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn) não será uma sequência de Esquadrão Suicida, segundo a roteirista Christina Hodson.

Em entrevista ao Total Film, ela explicou que a trama inspirada nas HQ da DC funcionará como uma história solo da Arlequina.

“Obviamente sim, é uma personagem que nós já conhecemos antes, mas é realmente sua própria história, foi deste modo que nós fizemos. Eu tentei me libertar. Eu me apaixonei por essa personagem e depois por todas estas novas personagens. E criei uma história completamente nova que é sua própria coisa, não precisa seguir esta ou outra coisa.”

Margot Robbie reprisa seu papel como Arlequina. Jurnee Smollett-Bell será a Canário Negro e Mary Elizabeth Winstead a Caçadora. Além delas, Cassandra Cain e Renée Montoya integrarão o time do filme da DC.

As HQs das Aves de Rapina surgiram em 1996 — nos quais um grupo de heroínas (e ocasionalmente vilãs) do Universo DC, lideradas pela Batgirl, se juntam para combater o crime. Cathy Yan (Dead Pigs) assume a direção, e Christina Hodson (Bumblebee) assina o roteiro.

No filme, as personagens vão enfrentar um grande criminoso de Gotham, o Máscara Negra, que será interpretado por Ewan McGregor.

Birds of Prey (and the Fantabulous Emancipation of the One Harley Quinn está previsto para estrear no dia 6 de fevereiro de 2020 no Brasil.