Ator Milton Gonçalves morre aos 88 anos

Astro de filmes e novelas não resistiu a complicações de um AVC sofrido em 2020

Pedro Siqueira Publicado por Pedro Siqueira
Ator Milton Gonçalves morre aos 88 anos

O ator Milton Gonçalves morreu na tarde desta segunda-feira (30), aos 88 anos. Segundo comunicado à imprensa, o astro da teledramaturgia não resistiu a complicações decorrentes de um AVC sofrido em 2020. Milton morreu em sua residência, no Rio de Janeiro, vítima de problema de saúde ainda não informado, mas causado pelo acidente vascular cerebral.

De acordo com o jornal Extra, o astro de Macunaíma (1969) ainda estava em processo de recuperação após ficar três meses internado. O AVC teria afetado a fala do ator, além dos movimentos das articulações.

Em mais de 60 anos de carreira, Milton colecionou papéis icônicos em clássicos do cinema brasileiro, como Carandiru (2003), O Que é Isso, Companheiro? (1997), indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1998, Eles Não Usam Black-Tie (1981) e O Beijo da Mulher-Aranha (1985), de Hector Babenco, onde contracenou com William Hurt, Raul Julia e Sonia Braga.

Na TV, o ator também estrelou novelas que tornaram-se clássicos da teledramaturgia, incluindo a primeira versão de Irmãos Coragem, em 1970, e Roque Santeiro (1985), ao lado de Lima Duarte. Mais recentemente, Milton pôde ser visto em produções como Carcereiros (2018) e O Tempo Não Para(2018), na TV Globo.

Natural de Monte Santo, em Minas Gerais, Milton Gonçalves deixa três filhos, incluindo o também ator Maurício Gonçalves. O último lançamento do ator em vida foi a adaptação cinematográfica do espetáculo Hermanoteu na Terra de Godah, lançada em streaming em fevereiro deste ano.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1