Agente de Scarlett Johansson rebate acusações da Disney: “Indigno da empresa”

Atriz processou o estúdio por lançar Viúva Negra no streaming

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
Agente de Scarlett Johansson rebate acusações da Disney: “Indigno da empresa”

O processo que Scarlett Johansson moveu contra a Disney por conta do lançamento de Viúva Negra no streaming está ganhando novos desdobramentos.

A atriz acusou o estúdio de quebrar o contrato, que atrelava seu salário aos lucros da bilheteria. Como o documento garantia o lançamento do filme da Marvel nos cinemas, Johansson se sentiu lesada pela chegada do longa ao Disney+.

A empresa, por sua vez, respondeu que a ação é lamentável e acusou Scarlett Johansson de ser “insensível” aos efeitos da pandemia. Agente da atriz, Bryan Lourd divulgou um comunicado rebatendo o estúdio:

“Eles descarada e falsamente acusaram a Sra. Johansson de ser insensível à pandemia global de covid em uma tentativa de fazê-la parecer alguém que eles e eu sabemos que ela não é.”

Para Lourd, a postura da Disney não faz jus à história de um estúdio grandioso:

“Incluíram o salário dela na declaração para a imprensa em uma tentativa de transformar o sucesso de uma artista e mulher de negócios em arma, como se isso fosse algo de que ela deveria se envergonhar. (…) Indigno da empresa com a qual muitos de nós da comunidade criativa trabalhamos com sucesso por décadas”.

Por fim, o agente reafirmou que Johansson está correta na ação porque a prática da empresa foi claramente prejudicial à sua cliente:

“Eles moveram deliberadamente o fluxo de receita e os lucros para o lado Disney + da empresa, deixando os parceiros artísticos e financeiros de fora de sua nova equação. É isso, puro e simples”

As informações são do The Wall Street Journal e do TMZ.

Viúva Negra está disponível nos cinemas e no Primer Access do Disney+, com valor adicional.

Mais notícias