A jornada de Obi-Wan Kenobi em Star Wars

Tudo o que você precisa saber para assistir à nova série do Disney+

Gabriel Avila Publicado por Gabriel Avila
A jornada de Obi-Wan Kenobi em Star Wars

Os fãs de Star Wars já estão em contagem regressiva para a estreia de Obi-Wan Kenobi, nova série do Disney+ sobre um dos maiores Jedi da história dessa galáxia muito distante.

Além de marcar o retorno de Ewan McGregor ao papel mais de 15 anos depois, a produção promete contar o que aconteceu a Kenobi entre os eventos do Episódio III – A Vingança dos Sith e do Episódio IV – Uma Nova Esperança.

Para ajudar você a se preparar para o lançamento de Obi-Wan Kenobi, o NerdBunker reuniu abaixo a jornada do Jedi ao longo dos filmes da saga Star Wars. Confira abaixo:

Episódio I – A Ameaça Fantasma

Ewan McGregor como Obi-Wan Kenobi em Star Wars Episódio I A Ameaça Fantasma
O aprendiz Obi-Wan Kenobi em Star Wars Episódio I – A Ameaça Fantasma

No final dos anos 1990, o criador da saga George Lucas decidiu lançar uma nova trilogia de Star Wars com foco no passado dos personagens que aparecem no primeiro filme, de 1977. Assim, o primeiro Guerra nas Estrelas ganhou o subtítulo de “Episódio IV”, para que os novos filmes fossem, cronologicamente, os episódios I, III e III.

O primeiro capítulo dessa nova saga apresentou Obi-Wan Kenobi (McGregor) como o Padawan – nome dado aos aprendizes de Jedi – do mestre Qui-Gon Jinn (Liam Neeson). Juntos eles participavam de missões como representantes da República Galáctica. Uma dessas tarefas leva a dupla a Naboo, onde sofrem uma tentativa de assassinato e descobrem que o planeta está sendo invadido.

Usando o treinamento da Ordem Jedi, eles libertam a rainha Padmé Amidala (Natalie Portman) e fogem rumo à Coruscant, a capital da República. Como a nave estava avariada, eles são forçados a fazer uma parada nos desertos de Tatooine, onde conhecem o pequeno escravo Anakin Skywalker (Jake Lloyd), em quem Qui-Gon percebe uma grande sensibilidade à Força.

Qui-Gon Jinn, Anakin Skywalker e Obi-Wan Kenobi em Star Wars Episódio I A Ameaça Fantasma
Qui-Gon Jinn, Anakin Skywalker e Obi-Wan Kenobi

Após um embate contra o misterioso Sith Darth Maul (Ray Park), eles retornam a Coruscant com o pequeno Skywalker. Lá, Qui-Gon diz ao Conselho Jedi que o garoto pode se tornar muito poderoso e que acredita tanto em seu potencial que gostaria de treiná-lo. Os membros do grupo discordam, afirmando que o menino pode ser perigoso e também que cada mestre só pode ter um Padawan. A isso, Jinn responde que Obi-Wan está pronto para passar pelos testes para passar de aprendiz para Cavaleiro Jedi, o que deixaria a posição vaga.

O Conselho Jedi adia a decisão a respeito de Anakin e envia Qui-Gon Jinn e Obi-Wan Kenobi de volta a Naboo para proteger a rainha Amidala. Com o retorno da jovem, o exército inimigo ataca o planeta novamente e coloca a dupla de Jedi contra Darth Maul mais uma vez. Em um dos mais memoráveis combates da franquia, o Sith mata Qui-Gon e é cortado ao meio por Kenobi, que acredita ter matado o vilão.

Em seus últimos suspiros, Qui-Gon Jinn pede para que Kenobi treine Anakin Skywalker. Honrando o desejo de seu mestre, o agora Cavaleiro Jedi Obi-Wan acolhe o pequeno garoto e inicia uma relação que acaba de forma trágica.

Episódio II – Ataque dos Clones

Ewan McGregor Obi-Wan Kenobi em Star Wars Episódio II - Ataque dos Clones
O mestre Obi-Wan Kenobi em Star Wars Episódio II – Ataque dos Clones

Dez anos após os eventos do Episódio I, o destino voltou a unir os caminhos de Obi-Wan Kenobi, seu aprendiz Anakin Skywalker (Hayden Christensen) e a agora senadora da República Padmé Amidala. Após a jovem sofrer uma nova tentativa de assassinato, os Jedi são escalados para cuidar de sua proteção.

Durante a missão, a dupla começa a discordar sobre o que fazer. Enquanto Obi-Wan prefere seguir as ordens do Conselho e apenas proteger a jovem de ameaças, Anakin propõe que eles descubram quem está por trás do atentado. Apaixonado pela senadora desde a infância, Ani é aconselhado pelo mestre a não deixar a paixão tomar conta, pois já está comprometido com a Ordem dos Jedi.

Enquanto a dupla discute sobre a natureza do relacionamento, Padmé é atacada pela ajudante de um misterioso caçador de recompensas que é perseguida pelos Cavaleiros e morre pouco antes de contar o que sabe. Com a nova pista sobre o criminoso, a dupla se divide: enquanto Anakin fica como guarda-costas da senadora, Obi-Wan é enviado para investigar quem é essa perigosa figura.

Nesse rastro, ele chega a Kamino, um sistema planetário secreto onde um exército de clones estava sendo criado. A novidade pega Kenobi de surpresa, especialmente ao descobrir que os clones foram feitos com base no Caçador de Recompensas Jango Fett (Temuera Morrison), que vivia por lá com Boba (Daniel Logan), clone perfeito que adotou como filho.

Jango Fett, Boba Fett e Obi-Wan Kenobi em Star Wars Episodio II - Ataque dos Clones

Kenobi interroga Jango sobre visitas a Coruscant, o que faz com que o culpado Caçador de Recompensas se apresse em uma tentativa de fuga. Obi-Wan intercepta a dupla e entra em uma luta contra Fett, que vence e consegue escapar. O Jedi segue pai e filho até Geonosis, onde descobre que o Conde Dookan estão por trás das tentativas de matar Padmé.

Obi-Wan é surpreendido e acaba preso pelo ex-Jedi, que explica que a República está sob influência de seu novo mestre, o Sith Darth Sidious, e oferece uma parceria a Kenobi. Negando a oferta de se juntar à dupla, o Cavaleiro é condenado à morte e jogado em uma arena onde se une com Anakin e Padmé para lutar contra criaturas monstruosas. O trio se liberta com a ajuda de Jedi liderados por Mace Windu (Samuel L. Jackson) e parte para uma grande batalha com monstros e dróides.

Anakin Skywalker, Padmé Amidala e Obi-Wan Kenobi em Star Wars Episódio II - Ataque dos Clones
Anakin Skywalker, Padmé Amidala e Obi-Wan Kenobi

Eles são resgatados por batalhões de clones e batem em retirada com objetivo de capturar Dookan. Porém, durante a fuga, Padmé cai da nave e causa mais uma discussão entre mestre e Padawan. Enquanto Obi-Wan continua focado em capturar o vilão, Anakin manda pousar a nave para salvá-la. O jovem aceita o conselho e eles chegam até o Sith, que os derrota pouco antes da chegada de Yoda e Padmé.

De volta a Coruscant, o Obi-Wan e o Conselho Jedi declaram iniciada a Guerra dos Clones e ponderam sobre como a Ordem deve proceder em relação ao Senado, especialmente agora que eles sabem da influência de Darth Sidious.

Bônus: Star Wars – Clone Wars

Quatro anos separam os Episódios II e III, um período marcado pela famosa Guerra dos Clones. Esse época foi contada nas sete temporadas da animação The Clone Wars, que acompanhou grandes transformações na vida de Obi-Wan Kenobi.

Nessa época, ele se tornou Alto General Jedi e comandou diversas missões para a República, considerou deixar a Ordem Jedi para viver o amor com a duqueza Satine Kryze de Mandalore e até reencontrou Darth Maul.

Mesmo fora dos filmes live-action, essas aventuras são altamente indicadas para os fãs de Obi-Wan Kenobi, especialmente porque algumas de suas tramas e personagens podem ser citados ou até dar as caras na nova série do Disney+.

Episódio III – A Vingança dos Sith

Ewan McGregor como Obi-Wan Kenobi em Star Wars Episódio III - A Vingança dos Sith

Quatro anos após Episódio II – Ataque dos Clones, Anakin e Obi-Wan unem forças em uma operação para resgatar o chanceler Palpatine, que havia sido sequestrado pelo Conde Dookan. Mais forte e experiente, a dupla entra em combate contra o vilão e vence.

Com Kenobi desacordado, Skywalker encerra a luta assassinando o Sith a mando de Palpatine, que secretamente estava seduzindo-o para o Lado Sombrio da Força. Durante a fuga, eles chegam a ser capturados pelo General Grievous, mas se libertam e conseguem pousar de forma segura em Coruscant graças às habilidades de Anakin.

Após a missão, Obi-Wan passa a Ani a secreta tarefa de espionar os passos de Palpatine. O jovem, por sua vez, aceita a tarefa com relutância por acreditar que o chanceler é um bom homem e também por estar irritado com o fato de que o Conselho Jedi não o promove a Mestre. Depois disso, Kenobi é enviado para capturar Grievous, que estava escondido em Utapau. Antes de ir, ele recebe um pedido de desculpas do discipulos na última vez em que se veem antes de o jovem se tornar Darth Vader.

Após confirmar que Grievous está em Utapau, Kenobi pede reforços e parte para o combate. Após destruir vários dróides e guardas, o mestre Jedi luta contra o vilão de quatro braços, que se gaba de ter sido treinado pelo Conde Dookan. Em desvantagem, o general separatista foge mas acaba derrotado por Obi-Wan, que usa um blaster para destruí-lo.

Enquanto tudo isso se desenrolava, Palpatine consegue trazer Anakin para o Lado Sombrio definitivamente e o adota como discípulo. Com o poder para dar um golpe na república, o ex-chanceler executou a famosa Ordem 66, que voltou o exército de clones contra os Jedi, promovendo um verdadeiro massacre pela galáxia. Após sofrer uma tentativa de assassinato, Obi-Wan Kenobi foge para o Templo Jedi junto com Mestre Yoda, onde descobrem a traição de Skywalker, que a essa altura recebeu o título de Darth Vader.

Em busca do antigo pupilo, Obi-Wan procura pistas com Padmé e conta a ela sobre o destino sombrio de Anakin. Ela não conta nada ao Jedi e parte atrás do amado na esperança de que tudo não tenha passado de um mal entendido. Quando se encontram, ela tenta convence-lo a fugir e se afastar de todo o horror da guerra, mas se desepera ao perceber que ele realmente se corrompeu.

Durante a discussão, Obi-Wan aparece e faz com que Skywalker perca de vez o controle, chegando a enforcar a amada. É assim que mestre e discípulo rompem de vez e se veem em lados opostos de uma batalha como Jedi e Sith. Memorável e trágica, a luta acaba com Kenobi decepando as pernas e um dos braços do antigo amigo, a quem deixou para morrer no mar de lava de Mustafar.

Enquanto Vader é resgatado por Palpatine e ganha um novo corpo com partes robóticas, Padmé morre após dar à luz aos gêmeos Luke e Leia. Para evitar que eles sejam caçados pelo pai, Obi-Wan os separa, fazendo com que a garota seja adotada pelo senador Bail Organa (Jimmy Smits) e deixando o rapaz aos cuidados dos tios Owen (Joel Edgerton) e Beru (Bonnie Maree Piesse) Lars em Tatooine.

Proibido de visitar ou treinar o pequeno Luke por Owen, que acreditava que o irmão Anakin havia morrido após a Ordem 66, Kenobi parte e se exila nas inóspitas dunas do planeta desértico.

Obi-Wan Kenobi

O ermitão Ben Kenobi na série Obi-Wan Kenobi

É nesse período de exílio que a série Obi-Wan Kenobi vai focar. Ela vai mostrar o herói vivido por Ewan McGregor de olho no pequeno Luke Skywalker enquanto foge de Vader e dos Inquisidores, tropa criada pelo Império para caçar os Jedi que sobreviveram à Ordem 66.

Bônus: Star Wars Rebels e Episódio IV – Uma Nova Esperança

Obi-Wan Kenobi em Star Wars Rebels e Episódio IV - Uma Nova Esperança
Obi-Wan Kenobi em Star Wars Rebels e Episódio IV – Uma Nova Esperança

É claro que a jornada de Obi-Wan não acaba na série, já que ele deu as caras em outras produções situadas no futuro da saga. Um exemplo é a aparição dele na animação Star Wars: Rebels, onde acontece o confronto final contra Darth Maul. Já o outro é a memorável participação do Jedi no Episódio IV – Uma Nova Esperança, onde ele (Alec Guinness) responde um pedido de socorro de Leia, conhece Luke e enfrenta Darth Vader pela última vez.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1