Gabriel Avila

Gabriel Avila

Um acervo completo de textos apaixonados sobre o que der na telha

Coluna

Os comentários e opiniões contidos neste textos são responsabilidade do autor.

Como Superman & Lois criou a melhor versão moderna do herói

Enquanto DC não decide o que fazer nos cinemas, televisão deu nova vida ao Homem de Aço

Como Superman & Lois criou a melhor versão moderna do herói

Um dos personagens mais importantes da história da cultura pop, o Superman aos poucos se tornou uma incógnita na DC, que busca maneiras de modernizá-lo e tirar sua fama de “chato”. Enquanto nas HQs houve um resgate de elementos clássicos, nos cinemas a ideia foi deixar a fantasia de lado em favor de um olhar mais realista, e nos games o jeito foi reimagina-lo como vilão. Essa onda também chegou à TV com Superman & Lois, série que mistura todos esses conceitos em uma abordagem apaixonada que criou a melhor versão atual do personagem.

A produção já sai na dianteira ao acompanhar um momento pouco explorado na vida do Kryptoniano. A história é focada em um Clark Kent (Tyler Hoechlin) mais velho, casado com Lois Lane (Elizabeth Tulloch) e pai dos gêmeos Jonathan (Jordan Elsass) e Jordan (Alex Garfin).

Como a premissa indica, a trama mostra o azulão salvando o mundo como Superman enquanto precisa manter um lar e criar dois adolescentes que inicialmente não conhecem seu segredo. Desse terreno fertil, surgem muitas qualidades que tornam o seriado digno de nota, mas é a forma como transmite a essência do Homem de Aço que a torna tão especial.

Os gêmeos Jonathan e Jordan, Superman e Lois Lane

Quando se trata de figuras clássicas, é muito comum a busca por algo que nunca havia sido feito antes. Muitas histórias se sustentam nessa busca por inovação, em revelar um grande segredo ou mostrar nossos heróis “como nunca se viu”. Porém, S&L toma o caminho oposto e mergulha de cabeça em um estudo de personagem interessado em celebrar o que tornou o Superman importante e querido.

Carregado de profunda admiração e respeito pela figura do Superman, o roteiro parte da imagem que o público certamente já tem do personagem como o grandioso herói que utiliza suas habilidades para salvar o mundo. A partir daí, a trama foca em entender como Clark chegou até ali e como ele pretende levar este legado além.

Esse estudo é feito no entrelaçamento entre passado e presente. No momento atual, vemos Clark voltando para Smallville com a esposa e os filhos após a morte da mãe Martha (Michele Scarabelli) enquanto o Superman precisa lidar com o surgimento de uma misteriosa ameaça que parece de alguma forma ligada a Krypton. Como se não bastasse, ainda há um misterioso mascarado dedicado a matá-lo por acreditar que um dia o maior herói da Terra vai se virar contra ela.

Cada uma dessas questões desafia o personagem em diferentes níveis, que servem à história e mostram ao público como ele se tornou uma figura tão adorada e importante dentro do Universo DC. Logo na cena de abertura a série já mostra esse intuito ao mostrá-lo em ação com um sorriso e dizendo que seu uniforme foi “feito pela mãe” com uma sinceridade que o acompanha até nos momentos mais sérios, como quando fala de igual para igual com o comandante do exército dos EUA.

Primeira cena de Superman & Lois presta homenagem à capa da primeira HQ do herói

A primeira temporada está recheada de momentos assim, como quando o herói dá um sermão no filho explicando a importância de conquistar a confiança da humanidade, se segurar em uma luta contra alguém que tenta matá-lo e depois ainda é visto falando outros idiomas para melhor se comunicar com pessoas necessitadas ao redor do mundo. Essa construção, que acontece gradualmente ao longo de vários episódios, é fortalecida por flashbacks que mostram o passado do herói.

Para entender o presente, Superman & Lois constantemente olha para trás e dedica longos momentos a recontar a origem do herói. Mesmo sendo uma das mais conhecidas – e para muitos batida –, essa trajetória ganha peso ao mostrar de onde o personagem tirou o conhecimento que compartilha com os filhos e com o mundo. Chega a ser comovente quando a série praticamente para seu enredo para dar um capítulo quase inteiro para mostrar os primeiros passos de Clark e, especialmente, como Lois Lane entrou em sua vida.

Construindo o Superman… Sem Superman

Aliás, outro destaque da série é a sabedoria de não voltar suas atenções exclusivamente para o Superman. Em primeiro lugar, essa decisão serve para ampliar o escopo da trama ao dar espaço para que a história caminhe sem que ele se faça onipresente – um dos poucos poderes que o herói ainda não ganhou.

Para ocupar esse espaço, os roteiristas tomaram a sábia decisão de destacar Lois Lane. Mais do que apenas dar nome à série, a personagem tem função ativa na trama e prova como seres humanos comuns ainda são importantes em um universo populado por lendas. A versão de Elizabeth Tulloch, em especial, reúne a conhecida determinação feroz de uma das maiores jornalistas da ficção com a firmeza e a ternura de uma mãe que divide a chefia da família com o ser mais poderoso do mundo.

Elizabeth Tulloch e Tyler Hoechlin como Lois Lane e Clark Kent

Essa divisão faz bem até para o próprio Superman, já que a participação de Lois, dos filhos, de Smallville e até do “fantasma” do pai alienígena agregam de alguma forma. Apesar de agir sozinho em suas aventuras, o Homem de Aço nunca foi um personagem solitário por natureza. A importância da família – primeiro representada pelos pais e depois pela esposa e filho – sempre foi um pilar nas HQs que pareceu cada vez mais escanteado nas adaptações. A troca com outros seres, sejam humanos ou poderosos, é o que garante humanidade a um alienígena poderoso, e Superman & Lois entende isso e aproveita seu elenco para que essa seja a chave para a criação de um universo sólido e rico.

Se tratando de um personagem com mais de 80 anos de histórias contada por inúmeros artistas nas mais variadas mídias, é quase impossível chegar a uma versão “definitiva” do Superman. Ainda assim, a trajetória do kryptoniano é feita de grandes histórias que adicionam características que acabam construindo sua “identidade”. Ao dosar reverência ao passado e interesse em levar essa figura adiante, Superman & Lois alcançou o posto de melhor versão moderna do personagem.

É fato que os fãs esperam há anos por maior destaque para o herói nos cinemas, que desde Homem de Aço (2013) não ganha um filme solo. Mesmo com Henry Cavill reforçando em todas as oportunidades que adoraria voltar ao papel, a DC segue indecisa sobre os rumos que ele tomará nas telonas. Enquanto a decisão não chega, os fãs estão mais do que bem servidos na TV, em uma produção que sorrateiramente trouxe o que ele tem de melhor, a busca sincera por “Verdade, Justiça e um Amanhã Melhor”.

Superman & Lois chega ao Brasil pelo HBO Max. A segunda temporada da série tem estreia marcada para 20 de janeiro.

div-ad-vpaid-1
div-ad-sidebar-1
div-ad-sidebar-halfpage-1