Veja uma cacetada de detalhes com os novos vídeos de Assassin’s Creed III

 |  Por Stephan Martins

Numa entrevista da GDC, os desenvolvedores de Assassin’s Creed III revelaram uma quantidade gigantesca de detalhes sobre o jogo. Agora, nós podemos ver essa entrevista, e ficar ligados em todas as novidades deste quinto jogo da franquia.

Para começo de conversa, uma canelada: Connor não é meio moicano e meio britânico, mas sim meio Mojave e meio britânico. Como já divulgado, o período do jogo será de 1753 até 1783, com a Revolução Americana como o evento principal do jogo.

Mas ao contrário do que pensávamos, Connor não estará exclusivamente ao lado dos Independentes ou dos Ingleses. Em várias missões, ele atacará ambos os lados, o que comprova que o objetivo do jogo é relatar a guerra entre Assassinos e Templários durante a época, o que eles chamaram de a “verdadeira revolução” (e parece ter irritado muitos dos americanos mais patriotas).

A exploração da área selvagem não servirá apenas para passearmos por belas paisagens fora das cidades. O novo sistema de tempo influenciará e muito no que o jogador pode fazer: se a neve (extremamente elogiada por quem viu) estiver muito alta, você terá de passar fazendo uma verdadeira Silly Walk, ou dar a volta para chegar ao seu ponto mais rápido. No entanto, ir pela neve alta é mais silencioso, permitindo que você pegue seus inimigos ou animais de surpresa.

Nas cidades, neblina e chuva influenciarão o combate. Por exemplo, inimigos portando mosquetes (que no jogo, recarregarão mais rápido do que um minuto, mas ainda demoram) terão seus tiros afetados na chuva, e a neblina dará formas de cobertura diferentes.

Abaixo, você confere uma lista de funcionalidades do jogo:

  • Um sistema básico de cobertura, para pegar inimigos de surpresa como Batman
  • Saltos de fé móveis, permitindo que você controle o alvo de seu salto
  • Furtividade e esconderijos nas folhagens e arbustos
  • Micro quests aleatórias, como um ladrão de maçãs na cidade, acontecerão quando você chegar perto, e cabe a você decidir fazê-las ou não
  • Connor pode tomar reféns para usar como cobertura
  • Ursos podem ser mortos com apenas um golpe no coração, o que deve ser muito difícil
  • Connor possui um dardo com corda, assim como a arma chinesa de mesmo nome
  • 80% dos personagens falantes do jogo são figuras históricas, como Washington, Franklin, Lafayette e Charles Lee
  • Você não poderá escalpelar ninguém. Isso era planejado, mas foi deixado de fora quando os desenvolvedores aprenderam que a tribo Mojave não coletava o escalpo de seus inimigos
  • Altair lutava por dever, Ezio lutava por vingança e Connor é motivado por justiça. Por isso, suas decisões não serão totalmente simples, de lutar ao lado dos revolucionários e ponto. Ele ajudará pessoas que ele não gosta, por ser a escolha justa

Também foram divulgadas as funcionalidades exclusivas para a versão do Wii U:

  • Toda a interface da base de dados do Animus em locais ou pessoas históricas serão exibidos na tela de toque do controle, em vez da televisão
  • A tela de toque também será usada no combate. Com um rápido toque, por exemplo, você pode trocar entre duas armas e uma arma
  • Por último, a tela de toque servirá como a Visão de Águia. Para inspecionar seu ambiente com a Visão de Águia, basta mirar o controle para sua televisão

Confira abaixo a entrevista e um segundo vídeo, apresentando Connor:

Assassin’s Creed III será lançado no final de outubro deste ano, para PC, PS3 e Xbox 360. A versão para Wii U está sem data (assim como o console).

Via CinemaBlend, Rock Paper Shotgun e Topless Robot


Stephan Martins
Stephan Martins ainda precisa jogar o Revelations!!!!!!

.

Publicado em Games

TAGS. | | | | |

  • Scene

    Scene já zerou todos os AC e está na expectativa pelo 3!

  • Jean

    Jean ainda precisa zerar* o Revelations, “Mass” efect não deixa.

  • Paulo Galliac

    Caramba! Eu já tinha pensado também, que os movimentos de parkour nas árvores lembra e muito do Tarzan. Acho isto o máximo e outra, ele não é um cara da cidade como Ezio e sim das florestas. Está mais familiarizado ao que parece com a natureza selvagem.

  • Caio A.

    Acho que a diminuição do equipamento deixa o personagem um tanto mais plausível. Além de que, duvido que alguém usasse todas as armas presentes nos jogos passados.

  • Paulo Galliac

    E outra parte da entrevista foi como eu disse os templários estão de ambos os lados da guerra de independência dos EUA. Afinal quem perder ou ganhar pouco importa para a causa dos templários. Os templários vão é se garantir em qualquer lugar infiltrados, para construir seu império de influência das corporações no tempo do Desmond.

  • BFD_Elessar

    nao joguei nenhum jogo da franquia, algo q esta na lista pra faze-lo, mas acho muito bom todos os jogos até o primeiro. Vou joga-los ainda

  • Dariek

    Parabens pra empresa do AC(nao me recordo o nome)esta fazendo pessoas que nao jogavam se interessarem pelo novo jogo(eu por exemplo)Comprarei-o na minha conta do steam quando lançarem

  • Bruno Pereira

    Dardo com corda???
    GET OVER HERE FEELINGS!
    cada vez mais me arrependo de não ter jogado essa franquia.

  • João Jesus

    Vai ser épico como todos os outros. Mas, os próximos deveriam ter algo na Rússia…

  • Augusto

    Ae finalmente um sistema de cobertura.
    Esperando demais esse jogo, espero que seja foda, que o Connor seja mais foda ainda e que garanta uma sequencia na revolução francesa

  • Gustavo Malta

    Final de outubro para PC, duvido muito.

  • Ralluz

    espero que no proximo o protagonista não devida espaço com seus antepassados

  • Luiz_Whatever

    Cara, não to botando fé nesse jogo.. Depois de Revelations (que achei o jogo um lixo, e a questão do enredo cuspido de uma forma muito rapida no inicio e no final jogaram tudo denovo..) eu acho q esse vai ser mais um ganha dinheiro facil..

  • Noah

    Hidden Blade na veia!!!! sacou?

  • Paulo Galliac

    Se o jogo AC Revelations é um lixo joga ele fora tem quem queira e muito. Hahahahah!

  • David Damasceno

    Gostei muito das novidades. Tomara que seja mesmo tão divertido quanto está parecendo.

    Saltos de fé móveis? Prevejo muita gente se estatelando no chão, hehehe!