Novas imagens e uma cacetada de detalhes do novo Sim City

Wednesday, 28 de March de 2012, por Stephan Martins

O novo Sim City já está marcado para ser lançado em 2013, para PC e Mac. Agora, a Maxis liberou algumas imagens (artes conceituais e imagens in-game) e vários detalhes sobre o quinto título oficial da franquia.

Cada Sim (cidadão) terá ações únicas, e a simulação será específica o suficiente para afetar o trabalho, a moradia e até a saúde de cada um deles. Todo dia, o Sim acordará e procurará um novo trabalho (a não ser que estejam doentes, e nesse caso irão atrás de um hospital). E toda noite, o mesmo Sim sairá do trabalho e procurará um novo lugar para morar.

Isso se repetirá em praticamente todo o resto do jogo. Cada Sim é chamado de “agente”, assim como os carros. Cada carro será uma simulação própria, com origem e destino específicos. Cada usina de carvão terá seu próprio carvão simulado, que precisará ser preenchido por um caminhão de entrega (que também terá sua própria simulação).

Tudo isso somado não criará um tráfego simulado, mas sim um tráfego real. Todo engarrafamento será caudado pelas necessidades dos agentes de irem até ponto. Nada mais de pontos específicos de ruas engarrafadas, que era simplesmente das áreas residencial à industrial à comercial e et cetera.

Todo edifício e construção também será seu próprio agente, incluindo residências, edifícios comerciais e áreas industriais. Se você conseguir equilibrar todo o sistema, a simulação retornará Sims felizes. Se a simulação detectar infelicidade e negligência, ela gerará incêndios, favelas e outros problemas.

As construções agentes, que serão dirigidas pelos próprios Sims, oferecerão de tempos em tempos missões opcionais. Um exemplo é criar toda uma indústria de carvão grande o suficiente, para um barão do carvão aparecer e lhe oferecer seu “grande negócio”.

A funcionalidade mais interessante a nível de jogabilidade é a introdução de um modo multiplayer! Neste modo, sua cidade será uma das várias (ou centenas) de cidades numa região dividida. As cidades não começarão conectadas, mas o vento de uma cidade vizinha (ou relativamente perto) pode empurrar a poluição de outras regiões, e levar a nuvem de doenças até a sua cidade.

Parcerias entre as cidades (como conectar com estradas) nem sempre significam coisas boas. Cidadãos vizinhos mais mal intencionados (novamente, definidos pela simulação) aproveitarão para tentar “roubar” os empregos que mais pagam na sua cidade, tirando parte de sua receita como resultado.

Mas a ligação permitirá também transações e negociações diretamente entre os jogadores. Estradas ligadas criarão um fluxo de comércio através de caminhões (simulados) entre as cidades, e energia também poderá ser dividida e vendida para os vizinhos.

O que está achando, nerd? Tem potencial?

Via Rock Paper Shotgun


Stephan Martins
Stephan Martins ia se amarrar num SimCopter ou SimTaxi nesse novo jogo.

.

Publicado em Games |